segunda-feira, 1 de outubro de 2007

Coraçãozinho duro, encouraçado.
Na mente de quem pensa em tudo
tudo passa, desejo de um mundo de desejos.
Se dessa vida nos restará a lembrança
Ficarei com a tua.
De tudo o que não tive até agora
ao mais nobre que me deste;
Tua verdade.

4 comentários:

polyana disse...

essa poesia/poema é muito profunda, pareceu-me uma despedida, ou uma enorme saudade.
adorei

Rodrigo disse...

Pode ser também, mas não é essa a intenção. É apenas um agradecimento mesmo. Verdade é nobre e não cabe me todas as bocas.
Obrigado pelo comentário!

polyana disse...

hj esse poema tá dizendo coisas pra mim, sempre q o leio o vejo como maior, mais envolvente.

Rodrigo disse...

Querida Polyana,
Poema? Não tenho capacidade pra tanto... é um entreveiro em linhas tortas, e de tão pequeno só posso chamá-lo de textículo.
Obrigado pela Observação!
Continue observando! Observando tudo!