quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

O Erro!

Na verdade está tudo errado. Começamos pelo título. O correto seria Observo-me em quase tudo.
Não, não é frustração, é pura constatação.
Li e reli tudo. Todos os Meus anseios e desejos de um tempo passaram por aqui. Junto com eles as frustrações, as perdas ou as "não conquistas", tudo o que no título do Blog não cabia.
Afinal, quem observa, observa algo, se esse algo é tudo, não está vinculado ao umbigo de quem escreve.
Tudo errado!
Algo de mal nisso? Não vejo, o erro e a sua constatação por quem erra acho que é uma das supostas virtudes humanas, mas... o que me incomoda no erro é a auto-constatação.
Ser pego errando e concordar não nos dá chance de retórica, não há muito o que fazer a não ser reparar, quando é possível, ou na pior das hipóteses, ficar com cara de cachorro que fez algo errado; cara de cão lambão. Mas aqui quem escreve se culpa, e haja chicotes e açoites.
Prometo, ou melhor, não prometo nada, mas tentarei melhorar e passar a observar o todo, tudo, e chega do meu circunspecto umbigo. BASTA!
Perdoe-me leitor.

Um comentário:

Janelas Entreabertas disse...

quem oberserva mesmo no jogo, "sem querer querendo (Chaves)" já entrou na cena, talvez já tenha nascido para fazer parte dela!
tá tudo certo! já erramos em tudo, é bom acertar tb! ou erar é um tesão, ah gostei disso, errar é um tesão, eu tambem quero errar um bucado!