quinta-feira, 3 de abril de 2008

Para que serve o amor?

Uma imagem vale mais que mil palavras, clichezinho velho, mas comprove neste curta francês:

3 comentários:

Ingrid disse...

Prezado Observador,
Bem que eu queria ainda poder acreditar em palavras ou imagens que conseguissem alguma verdade comprovar.
Só posso crer que o tempo é o único capaz de dizer o que nessa vida realmente vale viver.
Com relação as imagens, aprendi a só abrir feridas dentro do meu peito, porque sei que lá ninguém as consegue enxergar.
Das palavras, ainda consigo dizer que sofro calada porque minha voz se perdeu nos soluços da madrugada.
Acordo no meio da noite tentando evitar sonhar, meus medos já não me permitem apostar.
Choro sozinha por não querer que enxuguem minhas lágrimas, só elas podem revelar as imagens que ainda preciso entender.
Se me perguntares como vivo, te respondo que é porque ainda não conseguiram me tirar o ar, apesar de muito me doer ao respirar.
Então duvido, pois já cansei de acreditar. E tendo dito isso, acaba de se abrir mais uma ferida dentro do meu peito.

Delivery Woman

Rodrigo disse...

... Querida D. Woman,
Poucas vezes me deste o prazer de ser espectador, e nestes poucos sempre me supreendeu com a força das palavras. Eu gosto. Ser facimente digerível não é legal. Densidade é importante. Não entro no mérito restrito, só digo que ainda acredito nas palavras, nas imagens, nos perfumes, suspiros e em tudo o mais, ainda que as tais crenças muitas vezes nos façam sofrer, parar um pouco de sonhar... de viver. Vidinha besta demais 'sô! Obrigado pela sua visita e Observação!

Anônimo disse...

Por que nao:)